quarta-feira, 24 de setembro de 2008

Pêndulo


Função e utilidade da postura corporal utilizada pelos pilotos de motovelocidade


Pilotar uma moto de qualquer categoria é um privilégio por si só – poder usufruir de uma moto esportiva é uma sensação única, por conta da capacidade que tem de produzir energia e desempenho. Administrar os recursos que essas motos oferecem, exige significativo conhecimento de seu piloto, não sendo essas motos para iniciantes no motociclismo.
Um dos aspectos da pilotagem esportiva é a adoção de uma postura corporal conhecida como pêndulo. Trata-se da postura que o piloto adota com seu corpo para obter um desempenho superior, principalmente de motos esportivas, em condição de curva.

Função da postura
O pêndulo tem como propósito principal obtenção de maior velocidade em curva. Tem ainda como propósito secundário, o controle do limite de inclinação que uma moto pode conseguir. Isso é obtido ao deslocar o corpo para fora da moto no mesmo sentido da curva. Estando deslocado para dentro, permite menor inclinação da moto, e estando mais baixo do que na posição normal, oferece também um centro de gravidade mais baixo, resultando em melhor estabilidade. Por oferecer maior área exposta do lado interno do que do lado externo da moto, a postura também provoca um arrasto aerodinâmico, que auxilia no processo de curva. O joelho aberto passa então a funcionar como um “inclinômetro” – uma referência de inclinação. Como no pêndulo sempre se adota a mesma postura, quando o joelho toca o solo por força da inclinação da moto, se tem uma boa idéia da proximidade do maior ângulo possível de inclinação, bem como do limite dos pneus. Uma vez que o joelho toca o solo, é recolhido levemente, deixando que o asfalto somente roce na “saboneteira”, que é a peça do macacão projetada para essa finalidade.

Desejo
A funcionalidade do pêndulo, no entanto, só pode ser sentida em um ambiente esportivo, pois é onde há benefícios reais em seu uso. Ainda assim, nota-se cada vez mais, pilotos adotando essa postura corporal onde ela é teoricamente desnecessária – como ruas e estradas – levantando a questão do por que. A resposta talvez resida na beleza plástica, remetendo quem observa, ao mundo das corridas de motovelocidade. Talvez, nós pilotos, desejemos nos sentir mais próximos de nossos ídolos na pista, imitando seus gestos até onde não é necessário. Seja qual for a razão, a realidade é que todos querem aprender a fazer, mesmo sem pretensões esportivas – mas essa vontade não pode ser confundida com a real necessidade técnica da postura.
Para aqueles que nunca tentaram, mas tem vontade de experimentar, existe validade no ato, porque é mais uma coisa que se aprende a respeito do comportamento da moto. Para praticar, o ideal é ser assistido por quem já tenha alguma experiência e possa orientar em como proceder. É fundamental estar em um ambiente controlado – como em uma pista de corridas – trajando equipamento de segurança adequado e completo. Não tente executar esse tipo de experimento sem estar completamente protegido.

Postura na moto
Comece por se posicionar de forma ereta na moto, com braços semi flexionados, e joelhos junto ao tanque. Desloque o quadril para o lado da curva que pretende realizar. O deslocamento é pequeno, apenas alguns centímetros são suficientes. De acordo com o biótipo físico, uns se deslocarão mais que outros – o melhor posicionamento é obtido através da experimentação. Acerte a posição do pé do lado da curva, apoiando o na pedaleira aproximadamente na junta dos dedos. Ele deve ser apoiado de tal forma que o calcanhar possa se apoiar na parte interna da moto, deixando o pé apontado para fora. Essa posição favorece a abertura do joelho, que dificilmente se afasta do tanque se o pé na pedaleira for mantido paralelo ao eixo da moto. Por fim, a cabeça que se manteve no centro da moto também se desloca para o lado interno da curva, posicionando-a junto com o tronco de maneira que a linha de visão fique aproximadamente alinhada com a manopla do lado da curva. Pronto! Esse é o pêndulo, mas conseguir o controle da moto estando assim deslocado, requer horas de prática. Não existe uma ordem cronológica que determine esse posicionamento – deve se buscar o que melhor funciona para você. Particularmente, começo por acertar a posição do pé, e ajeito o quadril e tronco praticamente ao mesmo tempo. Conversando com outros pilotos, notei que cada um usa a técnica que acha mais confortável. O joelho deve ser aberto sempre no máximo que se conseguir, sem ser exagerado. Evite forçá-lo para baixo na tentativa de encostá-lo no chão prematuramente – busque um posicionamento padrão e treine a inclinação conscientemente através do contra-esterço. Em pouco tempo consegue-se obter o primeiro toque da “saboneteira” no solo, e é um evento que nunca mais se esquece.

Cuidados
Novamente é preciso ressaltar que o pêndulo só tem real valor em uma pista de corrida onde se busca o máximo em desempenho. Em termos de eficiência e segurança no dia-a-dia de um motociclista, transitando por nossas tão bem pavimentadas e sinalizadas estradas, não só é ineficiente quanto deteriora significativamente a segurança. É preciso lembrar que o asfalto de uma pista é diferente do asfalto de rua, oferecendo um atrito bem maior e mais consistente. Também é necessário colocar que os pneus adquirem o melhor de seu desempenho em uma pista porque são aquecidos de forma contínua e uniforme, não se podendo replicar essa condição na estrada, onde o fluxo obriga a variações de ritmo. Considere que o meio onde interagimos deve ser apropriado para qualquer forma de treinamento, sendo inadmissível colocar em risco outras pessoas. Tomando os devidos cuidados, o pêndulo irá em breve fazer parte de sua cultura motociclística, e toda vez que o praticar, estará se sentindo mais próximo do ambiente esportivo. Bom treino!

2 comentários:

  1. Parabéns pelo excelente blog.

    Nós ajustamos macacões e jaquetas de motovelocidade e alguns clientes nos enviam inclusive de outras cidades e Estados.
    Estamos em São paulo.

    Caso possam nos indicar ficaremos muito gratos.

    Nosso site é www.elcosturas.com.br

    Gratos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, é bom saber de seus serviços. Site anotado!

      Excluir